Opções Venda (Put option)

opção de venda ou put option

Opção de Venda

As opções de venda também conhecidas como PUT, são derivativos que dão ao titular o direito de vender um ativo (ativo-objeto), com um valor fixo acordado anteriormente em contrato, independentemente se o ativo sofrerá quedas no futuro em uma data pré-estabelecida ou em um determinado período também pré-determinado.

Objetivo

Essa estratégia geralmente é promovida para proteger (hedge) contra quedas do mercado, dando garantia ao investidor não padeça com prejuízos que possam acontecer com seus ativos em desvalorização.

Simplificando, essas operações são contratos financeiros pré-determinados pelo titular e pelo lançador, no qual o lançador dá ao titular das opções, o direito de lhe vender as ações com valores pré-fixados, no momento da aquisição das opções de venda.

Opção de venda, quando comprar e quando vender?

Para realizar a compra de uma opção de venda de um ativo, o investidor identifica uma desvalorização em potencial no mercado desse ativo-objeto.

E para a realização da venda de opção de venda, o investidor visualiza uma valorização em potencial no mercado desse ativo-objeto.

Nas negociações, os lançadores das opções de venda, ficam expectantes nas ações que negociaram em seu contrato, para que tenham seus preços estáveis e assim, concretizando a venda dessas opções, terão alguma receita paga pelos titulares dessas opções.

Na outra ponta da negociação, temos os titulares desses ativos financeiros, onde creem que as opções que estão sendo negociadas terão seu valor depreciado e assim os titulares estão propensos a pagar o prêmio aos lançadores pela negociação desses contratos.

Compra de opções de venda

Para operar essa estratégia, pagando um valor pelo prêmio, em dinheiro, durante a abertura da operação, o investidor adquire as opções de venda. Dessa forma, se torna o titular da opção de venda, adquirindo o direito de venda pelo valor aplicado, desde que isso seja de interesse do investidor.

O titular de uma opção de venta (PUT) têm o direito de vender o mesmo número de ações. O pagamento do prêmio para a aquisição de uma opção de venda (PUT) dá o direito ao titular. Não sendo obrigatória a venda das ações referentes as opções. É um direito, porém não é uma obrigação. Contudo o lançador tem a obrigação de comprar as ações no caso de o titular decidir exercer seu direito.

Uma possível estratégia para os que creem que o valor da ação sofrerá queda é realizar a compra de opções de venda também conhecida como “buying puts”. Se o valor da ação sofre queda, mas não o suficiente para a superação do valor do tempo (theta), ficará com perdas limitadas ou no zero a zero. No caso de o valor da ação aumentar e a opção ficar sem valor, seu risco ainda assim estará limitado ao valor que foi pago de prêmio pela opção.

Ao contrário das opções de compra ou da venda de ações, a compra de opções de venda é um investimento com riscos limitados. A compra de opções de venda tem como vantagem que o investidor pode se beneficiar com as quedas que o mercado pode trazer o que tem ocorrido com uma certa frequência, sem precisar assumir erros de venda das ações ou das opções de compra.

Para obter ganhos com a compra de opções de venda é preciso que a ação tenha uma grande e rápida desvalorização suficiente para desbancar o valor do tempo, fazendo com que a opção perda seu valor. Lembrando que quando se está comprando as opções de venda elas tornam-se mais valorizadas se o valor da ação cair. Em caso de a ação desvalorizar um pouco ou permanecer estável, a opção de venda tem a tendência de desvalorizar com o passar do tempo.

Opção de venda, como lucrar

Com a opção de venda o titular pode obter entradas da seguinte maneira:

  • Realizar a venda da opção de venda por um valor de prêmio mais elevado do que o valor pago para a aquisição.

Com a opção de venda o lançador pode obter ganhos de duas formas:

  • Recomprar a opção de venda com um valor de prêmio bem menor que a quantia recebida quando realizou a venda.
  • Receber no momento da venda da opção o valor do prêmio e não ser exercido até a data pré-fixada de vencimento do contrato.

Opção de venda, como ter perdas

Com a opção de venda o titular pode obter perdas de três formas:

  • Realizar a venda de uma opção de venda por um valor de prêmio muito menor do que o valor pago no momento da aquisição;
  • O direito de vendo do ativo-objeto exercido;
  • Não exercer o direito de venda do ativo e não vender a opção de venda. Nessa circunstância, o valor pago pelo prêmio para a aquisição da opção de venda se resume ao valor total da perda.

Com a opção de venda o lançador pode obter perdas de duas formas:

  • Efetuar a recompra da opção de venda por um prêmio com um valor muito maior que o valor que se recebeu quando foi realizada a venda.
  • Realizar a compra do ativo-objeto do titular quando este fazer uso do seu direito de venda.

Muitas transações fazem uso dos princípios de contrato de opção de venda como é o caso da compra de uma apólice de seguros. O seguro é um acordo no qual o pagamento do valor da indenização depende do eventual sinistro contra aquele que procurou proteção.

Para ter a posse de uma apólice, deve-se pagar valor do prêmio para a seguradora. Quem adquire uma apólice de seguros tem como objetivo a máxima preservação do valor do ativo-objeto da apólice. Com o seguro não visamos um lucro, mas visa-se a minimização de perdas em uma eventual ocorrência de sinistro.

Na outra ponta, está a companhia de seguros que visa basicamente o lucro com o valor do prêmio pago pelo cliente. Ambas as partes não desejam que aconteça o sinistro.

A compra das opções de venda deve ser realizada somente por quem esteja ciente dos riscos e que acompanhe os valores das ações, sejam elas ações telefônica, ações nike, ações alibaba ou outras. Tendo de estar disposto a sofrer perdas dos valores que tenha pago pelo prêmio.