Ripple trading

Ripple

¿O que é o Ripple?

A criptomoeda Ripple é um Sistema de pagamentos aberto em fase beta. O seu objetivo é permitir que as pessoas libertem-se das instituições financeiras como bancos, cartões de crédito e outras redes que exigem taxas e oferecem atrasos. De acordo com o tamanho e o capital do mercado, o Ripple é a terceira maior criptomoeda, ficando atrás apenas do Bitcoin e do Ethereum.
O Ripple já possui bilhões de dólares de criptomoeda em conta. Foi construído como um rede de pagamentos digitais para transações financeiras em tempo real, além de ser a principal proprietária da Ripple XRP, a moeda digital que expandiu 40 vezes só em 2017.
Para evitar confusão, a rede é chamada de Ripple e a moeda ripple de XPR – Ripples. A frequência do lançamento de novas moedas no sistema influencia o preço e a taxa. No total, existem 100 bilhões de XRP e o Ripple possui aproximadamente 60% do XRP. Levando tudo em consideração, o seu valor ultrapassa diversas startups de norte-americanas de tecnologia juntas. O XRP é de participação majoritária e ligado a uma única empresa.
O Ripple está constantemente investindo na sua rede e criando parcerias com empresas globais e instituições financeiras. Alguns dos bancos que passaram para o lado do Ripple são BBVA, SEV, Start One Credit Union e Cambridge Global Payments. Com o crescimento da rede e do mercado, o valor do Ripple ainda tem potencial para aumento.

Modelo Ripple

Com base no site do Ripple, o seu conceito é uma “tecnologia de infraestrutura básica”.
A ideia do Ripple foi desenvolvida em 2004 por Ryan Fugger, de Vancouver, no Canadá. Durante os próximos dez anos, a parte digital estava sendo desenvolvida até que finalmente em 2014 diversos grandes bancos começaram a usar o Ripple e as redes de pagamento. O sistema Ripple, lhes oferece vantagens como livro-razão partilhado, preço e segurança. Eles oferecem esta alternativa para a “remessa” ou uma opção de “sistema de liquidação”.
A empresa por detrás do Ripple é a “OpenCoin”. Há duas entidades separadas que formam a Ripple; a rede de pagamento e a moeda própria da rede de pagamento. Tendo como base o sistema digital descentralizado, a ideia principal do Ripple era trabalhar com vários sistemas de pagamento ao redor do mundo.
O Ripple permite que negócios realizem transações de 3 a 5 segundos. Os pagamentos são processados e recebidos automaticamente, sendo irreversíveis. Diversas instituições financeiras ao redor do mundo estabeleceram parcerias e começaram a usar o Sistema Ripple.
De diversas formas o Bitcoin e o Ripple são similares. Como o Bitcoin, o moeda Ripple possui um número limitado de unidades que podem ser mineradas. Ambos podem ser transferidos por peer-to-peer, e ambos possuem chaves de segurança digitais para prevenir o comércio de moedas falsas. A informação de pagamento no livro-razão é privada, entretanto, a informação sobre a transação é pública.
O Ripple insiste que eles fornecem tempos de transação menores do que o Bitcoin, pois as confirmações das transações passam pela sua rede muito rapidamente. Não há espera confirmação de bloco e as transações passam pela rede agilmente.

Investing.comGráficos de Moedas fornecidos por Investing.com Brasil.

As diferenças entre o Bitcoin e o Ripple

Similaridades:

  • São ambos de código-fonte aberta – não são propriedade de um único indivíduo ou empresa.
  • As transações para ambos podem ser anônimas e gratuitas na internet

Diferenças:

  • O Ripple é mais rápido no processamento de transações e mais eficiente em termos de energia do que o Bitcoin
  • O Ripple é uma rede de transações descentralizada que possui uma moeda digital, o Bitcoin é uma moeda digital descentralizada
  • Há um número determinado de Bitcoins, que cresce vagarosamente
  • Há um número estabelecido de XPR (Ripples) de 100 bilhões

Principal diferença:
O Bitcoin quer mudar aquilo com que nós pagamos; o Ripple quer mudar como nós estamos pagando.