Como Operar Ações

Como investir em ações

Como operar ações

O trading on-line com ações é um dos mais difundidos. O mercado de ações é muitas vezes a porta de entrada para muitos operadores quando se iniciam no trading. Isto se deve principalmente ao fato de que as ações, principalmente das empresas mais conhecidas, são um dos ativos que mais atrai os meios especializados.

A cobertura nos meios da cotização das ações tende a aumentar quando o preço das ações já está subindo há algum tempo. Isto geralmente provoca que muitos operadores decidam entrar em mercados com uma tendência de alta já estabelecida. Estes operadores adotam, como única estratégia, comprar ações e esperar que o preço continue subindo para obter a rentabilidade esperada.

Esta forma de operar na bolsa é apenas uma das muitas que o trading com ações oferece e limitar-se a ela é perder a oportunidade, por exemplo, de obter lucro mesmo quando o mercado está em baixa.

Chaves para negociar ações com sucesso

Negociantes de ações experientes sempre mantêm estas coisas em mente ao negociar ações:

  1. Identificar a tendência.
  2. Definir o prazo da operação.
  3. Valorizar o risco da operação.
  4. Tirar proveito da alavancagem.
  5. Escolher o método de análise.
    1. Identificar a tendência: Operar ações sem ter identificado previamente a tendência dos preços é operar às cegas. As tendências podem ser de alta ou de baixa e podem ser primárias ou secundárias. A tendência primária é a tendência principal da ação, que geralmente pode durar anos. A tendência secundária é as flutuações de preços em relação à primária e geralmente dura meses. O mesmo padrão se repete em termos mais curtos, mesmo em operações intradiárias. Uma máxima a ser sempre lembrada ao operar títulos é que os preços das ações não se movem aleatoriamente, mas de acordo com uma tendência.
    2. Definir o prazo da operação: Não é o mesmo operar durante o dia ou seguir uma estratégia de longo prazo. Cada prazo está associado a diferentes instrumentos e uma gestão de risco diferente. Portanto, antes de operar na bolsa, é essencial ter claro qual o prazo mais adequado para o objetivo de rentabilidade que se persegue..
    3. Valorizar o risco da operação: Operar no mercado de valores é uma operação arriscada, em que é possível ganhar ou perder. No entanto, um trader especialista, antes de abrir uma posição, terá avaliado essas possibilidades de antemão. Se a probabilidade de perder for muito alta, não abrirá a posição. Nesse sentido, uma regra de ouro que aumenta muito as chances de sucesso é operar na bolsa sempre a favor da tendência: * Posições longas se a tendência for de alta. (Comprar o valor) * Posições curtas se a tendência é de baixa. (Vender o valor)
  1. Tirar proveito da alavancagem: A alavancagem bem utilizada permite, principalmente em operações de curto prazo, obter um retorno associado a um capital superior ao disponível. Mas, dado que as perdas são igualmente proporcionais, é importante limitar a alavancagem de forma que o capital que é colocado em risco na operação se limite à perda que pode ser assumida a todo o momento. A alavancagem bem utilizada é, portanto, uma ferramenta que permite melhorar a gestão do risco do trading.
  2. Escolha o método de análise: : Para o estudo do mercado de valores, existem duas técnicas possíveis, cada uma com seus prós e contras: * ANÁLISE TÉCNICA: Este tipo de estudo de análise baseia-se fundamentalmente no estudo dos gráficos de evolução dos preços e do volume de negociação. Sem dúvida, é a análise de referência em trading, pois permite identificar tendências de preços e identificar os pontos de entrada e saída das operações. É uma ferramenta indispensável na negociação de CFDs e de curto prazo. * ANÁLISE FUNDAMENTAL: Ao contrário da anterior, a análise fundamental tem o seu campo de estudo no espaço social, político e econômico, procurando conhecer a evolução futura do preço com base nos acontecimentos que ocorrem neste setor e nos dados financeiros e económicos que se publicam, das empresas cotizadas. Por exemplo, uma medida como a proibição do fracking nos Estados Unidos seria avaliada por uma análise fundamental para ver como isso afetaria o preço futuro das empresas de petróleo americanas. Esse tipo de análise é a ferramenta mais utilizada na negociação de ações de longo prazo.

Formas de operar com ações

Conforme indicado no ponto anterior, existem inúmeras maneiras de operar com ações listadas em bolsa. Para um operador é importante conhecer toda ela, pois assim poderá escolher aquela que melhor se adapta aos seus interesses.

As formas de operar sobre ações vão desde a compra direta de títulos nas bolsas de valores até os mais modernos produtos derivados:

  • COMPRA DIRETA: Quando decide-se investir em ações de uma empresa cotizada como por exemplo, Mcdonalds, se está comprando uma participação na propriedade dessa empresa. Por exemplo, ao comprar ações da Telefónica na Bolsa de Valores de Madrid, se adquire uma participação nessa companhia. Portanto, quanto mais ações tiver, maior será sua participação na empresa. Em linhas gerais, se o mercado considera que uma empresa cotada é rentável e tem expectativa de crescimento, haverá uma maior demanda de compra de títulos dessa empresa e o seu preço aumentará, aumentando o valor da empresa. Para operar comprando e vendendo diretamente títulos comerciais, é necessário um capital inicial significativo. Além disso, esse tipo de operação geralmente se encerra em meses ou até anos. Normalmente, é necessário um longo período de tempo para o preço da ação subir a um nível que a torna interessante de vender. Por este motivo, não é o método mais adequado para operar a curto prazo.
  • OPERAR COM CFDs: Os Contratos por Diferença, também conhecidos como CFDs, solucionam as limitações da compra direta de ações. Com CFDs, também é possível negociar com alavancagem. A alavancagem permite obter uma rentabilidade associada a um investimento superior ao capital efetivamente disponível. (Também opera no sentido inverso em caso de perdas). Por não ter que possuir os títulos, os CFDs permitem a exposição total aos movimentos dos preços, mas sem ter que fazer um grande dispêndio para adquirir propriedade. Na verdade, na AvaTrade é possível começar a fazer trading com CFDs de ações com apenas USD$ 100. O trading com CFDs, graças à sua flexibilidade e baixos preços de entrada, é perfeitamente adequada para a negociação de curto prazo com ações. Com os CFDs, é possível obter lucros, tanto se o preço das ações aumente como se diminua: Tal como mostra o gráfico a seguir, no início de uma tendência de baixa, o trader pode abrir uma posição “curta”. Isso se realiza com a venda de contratos CFD. A posição seria fechada quando o operador detectasse uma mudança na tendência. O lucro da operação seria proporcional à variação do preço em seu movimento de queda.
 

bolsa de valores em queda

 
  • FUTUROS DO MERCADO DE VALORES: Os contratos de futuros são os produtos derivados mais típicos nos mercados de commodities, especialmente nos mercados de petróleo bruto e também nos mercados de ouro. No entanto, eles não são tão comuns no mercado de ações. Isso não significa que não sejam utilizados, principalmente para operações com derivativos de prazo mais longo do que o utilizado com CFDs. O que diferencia o contrato futuro do CFD?. Pois, precisamente por causa de sua estrutura de comissões e pagamentos iniciais, os futuros são mais adequados para prazos mais longos e posições maiores do que CFDs.
  • OS ÍNDICES DA BOLSA DE VALORES A vantagem dos índices é que permitem apostar no preço do mercado de valores, mas não apenas sobre um só título ou valor de uma empresa em particular, senão sobre de todo um setor ou país. Assim, é possível abrir, por exemplo, CFDs sobre o Ibex 35 (da Bolsa de Madrid), Nasdaq, o SP500 ou no FTSE100.

É impossível poder aplicar o que foi explicado no ponto anterior se não dispõe de uma plataforma de trading adequada.

Um dos aspectos mais importantes do trading com ações é a plataforma de trading que se utilize.

Totalmente ciente dessa importância, a AvaTrade oferece várias das plataformas de trading mais poderosas, inovadoras e robustas do mercado, como por exemplo, Metatrader 4.

Essa plataforma permitirá que se faça uso de vários gráficos, funções de gerenciamento e outras funções para melhorar sua experiência geral de trading. Além disso, poderá visualizar sua carteirao de ações, junto com sua carteira de índices, Forex e commodities.

Regularmente terá atualizações com as últimas notícias, recursos educacionais e comentários de mercado para que tenha todas as informações sobre as últimas tendências, movimentos e novidades para suas operações com ações.

Agora que você sabe como negociar ações on-line na AvaTrade, cadastre-se para abrir uma conta e começar a negociar!